Infelizmente as empresas não possuem uma vida muito longa no Brasil. Parte da responsabilidade é o custo da empresa - tributos e emprego -, parte é a falta de planejamento e gestão.

A mortalidade das empresas é altíssima e, aquelas que sobrevivem aos primeiros anos de criação, um novo problema surge: sua mantença nas gerações futuras.

De todas as empresas criadas em nosso país, aproximadamente 90% são familiares. Enquanto em outros países como Espanha, Inglaterra ou EUA o percentual é na média de 70%.

Pode-se dizer que no Brasil as empresas são predominantemente familiares. Nesta modalidade de gestão empresarial, a confusão entre os cargos da empresa e a estruturação familiar cria uma série de problemas de gestão que muitas vezes são a causa da ruins do negocio.

É imprescindível, portanto, que haja uma profissionalização e chamamento de parceiros para gerir tais negócios familiares, a fim de dar uma sobrevida ao negócio, e, também, manter a coesão da família.

Historicamente, empresas que adotaram tal postura, são hoje gigantes comerciais como a Wal-Mart (família Walton), Ford (família Ford), Carrefour (família Defforey), entre outras, com faturamento médio de mais de 150 bilhões, e, mesmo após tantas gerações, aproximadamente 40% da empresa ainda se mantém nas famílias fundadoras.

Planejar a gestão da empresa e a forma de sua sucessão em caso de divórcio e morte dos fundadores é quebrar o ciclo pérfido das prematuras mortes de empresas de potencial sucesso, além de assegura renda aos filhos e netos.

A contratação de gestores ou consultores administrativos e jurídicos para gerir e otimizas as decisões, diminuir os passivos bancários, trabalhistas e fiscais, ajustar os contratos e planejar a sucessão da empresa é, acima de tudo, romper com a estatística que hoje assola esta modalidade de empresa: 75% na gestão de quem fundou, 20% na gestão dos filhos dos fundadores e somente 5% dos netos e demais parentes.

Sua empresa e família merecem os frutos de seu árduo trabalho. Merecem ser agraciados com a sobrevida do negócio, deste sonho arduamente conquistado e que não deve acabar quando seu fundador deixar de estar à frente da empresa.

Com estas premissas, este escrotorio conta com parceiros e a experiência do prof. Douglas Phillips Freitas para prestar consultoria jurídica para EMPRESÁRIOS, CONTADORES e ADVOGADOS na formatação de cláusulas específicas no contrato social, na prática empresarial, entre outras sugestões e soluções para a concretização do sonho de uma empresa de sucesso para seus fundadores e em favor das gerações futuras.

São alguns dos serviços:
  • consultoria;
  • criação de holding entre outras;
  • incorporação de bens;
  • instituição de condômino;
  • auxilio na gestão e rotinas da empresa com equipe interdisciplinar;
  • contrato social preventivo para caso de divorcio, morte ou litígio dos sócios;
  • revisionais bancárias e negociação extrajudicial;
  • negociação e defesa judicial em face de credores e consumidores;
  • auxilio, redução e defesa de passivo e causas tributárias, previdenciárias e trabalhistas.

Contate-nos e agende uma consulta. Atendimento em todo território nacional.

Telefone: DF_FONES
E-mail: DF_EMAIL
Curta: DF_FACEBOOK_PAGE