A lei da Alienação Parental trouxe à discussão e formas de atuação e proteção das vítimas da SAP - síndrome da alienacao parental - de situações que geralmente eram vistas apenas na esfera penal por conta das falsas acusações de abuso, infelizmente tão comum nos casos mais graves de alienação parental.

Assim a atuação apenas de criminalista em processos desta natureza não resolvem a situação por completo, pois as falsas acusações em SAP possuem um condão muito mais familista do que penal, embora o procedimento seja criminal - há como arguir todas as regras protetivas da lei de combate à alienação parental.

Não bastasse esta situação, com o advento da Lei Maria da Penha, questões de direito de família passaram a ser discutidas de forma mais contundente em uma seara que não familista, nas varas criminais. Portanto, o escritório em parceria com advocacia criminalista atua em dúplice frontes - família e penal, a fim de resolver de forma efetiva o litígio tanto na esfera penal como na vara de família, dando resolução adequada ao caso.

Assim, com o fito de atuar neste DIREITO PENAL FAMÍLIA a equipe coordenada pelo Prof. Douglas Phillips Freitas poderá dar total guarida aos interesses do cliente.